ONG Rio Pardo Vivo participa em evento “Rio Mais Cidades”

Neste dia 14 e junho de 2017, a Ong Rio Pardo Vivo participou do evento do CAU, Conselho de Arquitetura e Urbanismo da cidade de Ourinhos, no lançamento do projeto “Rios + Cidades” Um projeto que leva a conscientização das cidades ribeirinhas, pontuando a riqueza e valor dos rios regionais.

Apresentando uma palestra Com a tema “Construção de hidrelétricas em rios regionais e suas consequências” Luiz Carlos Cavalchuki, membro da ONG destacou as reais situações de impactos ambientais, sociais e econômicos quando das instalações de hidrelétricas na bacia do rio Pardo.

Veja mais fotos em https://www.facebook.com/RioPardoVivo/photos/a.1582497091823566.1073741842.149962158410407/1582497435156865/

Projeto “Nascentes do Rio Pardo”

Plantio de mudas nativas na nascente da Água do Macuco, Distrito de Sodrélia, em parceria da Special Dog, Sabesp e participação do grupo de escoteiro Vale Do Rio Pardo. Projeto contemplará 6.500 mudas nativas na recuperação desta nascente e APP.

Veja mais fotos em https://www.facebook.com/pg/RioPardoVivo/photos/?tab=album&album_id=1569656016441007

CAU Itinerante

14 de junho de 2017
Ourinhos – SP

Programação
9:30h as 17h
– Atendimento aos Profissionais do CAU, Coleta Biométrica, MINI CURSO SICCAU e lançamento Projeto “RIOS + CIDADES”.

13h as 13:30h
– Recepção das autoridades convidadas.

13:30h as 14h
– Abertura do evento
– Palestra “Construção de Hidrelétricas em Rios Regionais e suas Consequências”

14h as 15h
– Palestra “Gestor de Recursos Hídricos e Planejamento Ambiental” com Luiz Carlos Cavalchuki, fundador da ONG Rio Pardo Vivo

15h as 16h
– Palestra “Águas e Sociedade: uma relação possível” com o Eng. Florestal e Livre Docente pela UNESP Dr. Edson Luiz Pirolli, autor do livro “Água: por uma nova relação”

16h as 17h
– Apresentação do Projeto “Rios + Cidades” com o Arquiteto e Urbanista José Eduardo Tibiriça, Gerente de Gabinete da Presidência do CAU/SP

Local
Sede Social e Esportiva da AERO – Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Região de Ourinhos
Av. Armando Silva, nº 260, D.II
Ourinhos – SP
Telefone: (14) 3322-3777

Maiores Informações
Regional Bauru do CAU/SP
Rua Prof. Alberto Brandão de Rezende, nº 1-96
Jardim Amália – Bauru – SP
Telefone (14) 3204-7053

5 de junho, meio ambiente em luto

Não temos o que comemorar neste dia 5 de junho, dia Mundial do Meio Ambiente! Um dos maiores danos ambientais está ocorrendo em nossa região, a Bacia do Rio Pardo. Milhares de árvores estão sendo arrancadas, animais, nascentes, áreas de preservação, recursos hídricos estão sendo dizimados. Bens essenciais para a manutenção da vida. Tudo isso com aval dos homens.

Veja mais fotos em: https://www.facebook.com/pg/RioPardoVivo/photos/?tab=album&album_id=1561391037267505

Convocação para Assembléia Extraordinária

A diretoria executiva da Associação Rio Pardo Vivo (CNPJ 14.805.679/0001-09) convoca seus associados para assembleia extraordinária eleitoral, onde será definida a nova diretoria executiva e o novo conselho fiscal para o próximo mandato, conforme artigo 27 de seu estatuto.

Data: 13 DE JUNHO DE 2017 AS 19:30h
Local: Associação Sabesp de Santa Cruz do Rio Pardo
Rua Pedro Manoel de Andrade, 229, às margens do rio Pardo

Matéria especial do Caderno 360 sobre a situação do rio Pardo

Para ler a edição especial, clique no link abaixo:
https://issuu.com/caderno360/docs/360_ed136_mai17

Projetos de leis de proteção ambiental do Rio Pardo

É vital e impreterível que o Rio Pardo seja protegido, de toda e qualquer forma de degradação ambiental para que as próximas gerações tenham assegurado o direito ao meio ambiente saudável, é nesse sentido que a Ong Rio Pardo Vivo representando a Sociedade Civil de Santa Cruz do Rio Pardo S/P e região, visa proteger seu principal Patrimônio Ambiental formulando Leis de proteção do rio Pardo, rio este que margeia a cidade de Santa Cruz do Rio Pardo e mais quatorze município do Centro Oeste Paulista.

Dois projetos de Leis Ambientais estão tramitando na Alesp visando sua proteção .

Projeto de Lei 180, de autoria do Deputado Carlos Gianazzi ( PSOL)
Declara como Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental do Estado de São Paulo a Bacia Hidrográfica do Rio Pardo.

Projeto de Lei 198 de autoria do Dep Ricardo Madalena (PR)
Dispõe sobre a proibição de construção de Pequenas Centrais Hidrelétricas – PCH, no Rio Pardo.

Alunos do Sesi de Santa Cruz cantam em homenagem ao Rio Pardo

ONG Rio Pardo Vivo recebe homenagem da escola SESI de Santa Cruz

Em alusão ao Dia Mundial da Água comemorado no mês de março, a escola SESI “Hercílio Lorenzetti”, de Santa Cruz do Rio Pardo, realizou o projeto “Homenageado do Mês, Culto a Bandeira e a Pessoa”. Esta ação é realizada mensalmente pela escola com o objetivo de ressaltar atos relevantes de pessoas e empresas da cidade, relacionados a datas comemorativas do período, sendo o homenageado do mês Luiz Carlos Cavalchuki, integrante da ONG Rio Pardo Vivo, pelas ações ambientais em proteção a água e ao meio ambiente, desenvolvidas de forma voluntária em Santa Cruz e região.

20170330_092643

Veja mais fotos em: https://www.facebook.com/pg/RioPardoVivo/photos/?tab=album&album_id=1481362538603689

Rio Pardo Vivo representa a sociedade civil no Comite de Bacias biênio 2017/2018

Representa a Rio Pardo Vivo, Luiz Carlos Cavalchuki e Glauber Fernandez Glegorio. O Comitê de Bacia Hidrográfica é um órgão colegiado da gestão de recursos hídricos, onde a função dos eleitos é elaborar projetos e fiscalizar a gestão dos recursos hídricos regionais.

01 02

Pardo recebe 100 mil peixes no Dia da Água

Cinco escolas de Santa Cruz do Rio Pardo e região participaram, na tarde de quarta-feira, 22, quando se comemorou o Dia Mundial da Água, de atividades relacionadas ao tema na sede da Associação Sabesp. O ponto alto foi a soltura de 100 mil peixes no rio Pardo, doados pela GPG Brasil, antiga Duke Energy. Centenas de estudantes acompanharam os peixes deixando os reservatórios para chegar ao rio.

Antes, houve palestras sobre Meio Ambiente e manejo da água para os estudantes. De Santa Cruz do Rio Pardo participou do evento a escola “Arnaldo Morais Ribeiro”, além de escolas de Espírito Santo do Turvo, Paulistânia e Ribeirão do Sul. “É um evento que concentra estudantes da bacia hidrográfica do Paranapanema”, contou o ecologista Luiz Carlos Cavalchuki, que também é membro da ONG “Rio Pardo Vivo”. A entidade promoveu o evento em parceria com a Sabesp. Atiradores do Tiro de Guerra também colaboraram com as atividades.

Ao contrário de anos anteriores, quando foram soltos alevino no Pardo, desta vez alguns peixes grandes contagiaram as crianças. Segundo Cavalchuki, foram disponibilizadas várias espécies — pacu-guaçu, ferreirinha, piau, dourado e lambaris. Segundo o técnico da Sabesp, a média de cientistas é que 60% deles sobrevivam após a soltura.

Este tipo de atividade também tem o objetivo de conscientizar as crianças sobre a necessidade de preservação do rio Pardo, um dos únicos não poluídos do interior de São Paulo. O Pardo, por sinal, está sendo ameaçado por projetos para construção de quatro hidrelétricas na região de Águas de Santa Bárbara e Santa Cruz.

Fonte: Debate – http://www.debatenews.com.br/2017/03/27/pardo-recebe-100-mil-peixes-no-dia-da-agua/

Dia do Rio Pardo

5f3eb777-7364-4341-ad9d-9c562ef71cd5

Dia Mundial da Água e Dia do Rio Pardo

Ong Rio Pardo Vivo realiza Educação Ambiental para jovens da Fundação Casa

Em comemoração ao dia mundial da água que se comemora no dia 22 de março, a Ong Rio Pardo Vivo  em  parceria com a Fundação Casa,  unidade feminina de Cerqueira Cesar , realizou palestras ambientais aos jovens  e  mostrou a realidade de degradação dos recursos hídricos em nossa região.

Os jovens tiveram a oportunidade de conhecer uma nascente e o ribeirão degradado,  participando da sua recuperação plantando árvores nativas em sua volta. O projeto  fica no distrito de Sodrélia, em Santa Cruz do Rio Pardo, nascente do ribeirão Água do Macuco , que receberá 6.500 mudas para sua regeneração total.

O projeto de reflorestamento conta com as parcerias: Sabesp, CTG Energia, Special Dog e Souza Jardinagem.

17022012_1436528506420426_3722770008545231425_n

Veja mais fotos em: http://www.facebook.com/pg/RioPardoVivo/photos/?tab=album&album_id=1436527053087238

A ameaça voltou!

A ameaça contra o Pardo, um dos únicos rios despoluídos do interior de São Paulo, voltou a preocupar a região. A construção de uma PCH (Pequena Central Hidrelétrica) em Águas de Santa Bárbara e três no município de Santa Cruz do Rio Pardo estavam suspensas, uma delas por liminar concedida pela Justiça Federal. Há um mês, porém, graças a um recurso em Brasília, a empresa responsável pelo projeto da usina em Águas de Santa Bárbara obteve autorização para continuar o desmatamento de 71 hectares.

web-rio-pardo-1-1873-678x381