Comunicado Rio Pardo Vivo

O evento de reflorestamento aéreo de sementes ás margens do rio Pardo que seria 24 de setembro foi cancelado devido as más condições de voo.
Fica programado para o próximo sábado dia 01/10/2016.

A Diretoria

Dia da Árvore

No dia 24/09/16, em comemoração ao Dia da Árvore e inicio da primavera, a Ong Rio Pardo Vivo fará lançamento de 10 milhões de sementes de árvores nativas através de paramotores, às margens do Rio Pardo, partindo de Águas de Santa Barbara até Salto Grande. O método utilizado para o reflorestamento é denominado de “MUVUCA”

O evento faz parte do projeto de recuperação de nascentes e matas ciliares degradadas da bacia do rio Pardo, visando a proteção do principal patrimônio ambiental de nossa região.

rio_pardo_vivo_sementes

Rio Pardo Vivo é representante titular da Sociedade Civil Organizada no Comitê de Bacias Hidrográficas do Médio Paranapanema

Rio Pardo Vivo é representante titular da Sociedade Civil Organizada no Comitê de Bacias Hidrográficas do Médio Paranapanema, (UGRH-17), composta por 42 cidades de nossa região, missão em defender e preservar os recursos hídricos de toda nossa Bacia Hidrográfica.

 

Representantes da ONG Rio Pardo Vivo participam de aulas de Redação da 1ª série do Ens. Médio

Neste bimestre, os alunos da 1ª série do Ensino Médio do Colégio Cristo Rei terão de escrever uma dissertação sobre o conflito que há entre os interesses econômicos e a qualidade de vida da população. Além de discorrer sobre a questão, caberá a eles apresentar uma proposta de intervenção para o problema, nos moldes da redação exigida no Enem.

Para contribuir com o processo de levantamento de dados e informações, além das discussões, acerca do tema da produção de texto, no dia 12 de agosto, as turmas receberam a visita de representantes da ONG Rio Pardo Vivo.

Para ler a matéria completa, acesse: http://www.cristorei.com.br//Main/Noticia/Visualizar/PortalCristoRei/Reflexoes-sobre-interesses-economicos-e-qualidade-de-vida

ONG Rio Pardo Vivo Participa de Congresso Ambiental no Tribunal Regional da Justiça Federal

A Convite do Tribunal Regional Federal 3º Região SP/MS, através da Dra. Des Federal Consuelo Yoschida e da Juíza Federal de Ourinhos Dra. Elidia Aparecida Andrade Correia, a Ong Rio Pardo Vivo foi convidada a participar do 1º Congresso Ambiental Portuário realizado pela Escola de Magistrados Federais nos dias 23 e 24 de junho na capital. No congresso a Rio Pardo Vivo representou a Sociedade Civil na mesa de debates com o tema: “Impactos de hidrelétricas e PCHs em rios e bacias hidrográficas da região Centro-Oeste”.

Neste evento a rio Pardo Vivo demonstrou através de vídeo e fala as consequências ambientais, sociais e econômicas quanto no desmatamento da construção de uma PCH no rio Pardo na cidade de Águas de Sta Barbara e a luta pela preservação da bacia do rio Pardo e o sucesso no cancelamento de várias hidrelétricas no rio Pardo, ações estas destacadas com ênfase por os presentes da mesa e plateia.

Participaram da mesa Procuradores da República, Juízes Federais, Advogados, Especialistas da área técnica ambiental:
Dra Elidia Ap. And Correia, Juiza Federal de Ourinhos
Luis Eduardo Marrocos de Arajo, Procurador da República em Santos
Marcel Simões, Procurador Federal Regional do Ibama
Claudio Gonçalves Tiago, Centro de Biologia Marinha da USP
Marcos Lopes Couto, Advogado ex membro do Consema
Tito Livio Seabra, Procurador Federal em Presidente Prudente
Luis Roberto Gomes, Procurador Federal em Presidente Prudente
Luiz Carlos Cavalchuki, Presidente da Ong

participantes[1]foto 1 foto 4(1)
Rio Pardo Vivo

 

I Congresso de Direito Ambiental, Agrário, Minerário e Portuário da Justiça Federal da 3ª Região

1_ Congresso DIREITO AMBIENTAL AGRARIO E PORTUARIO - cartaz 13 06 2016

Clique aqui para ler o prospecto completo do evento