ONG Rio Pardo Vivo Participa de Congresso Ambiental no Tribunal Regional da Justiça Federal

A Convite do Tribunal Regional Federal 3º Região SP/MS, através da Dra. Des Federal Consuelo Yoschida e da Juíza Federal de Ourinhos Dra. Elidia Aparecida Andrade Correia, a Ong Rio Pardo Vivo foi convidada a participar do 1º Congresso Ambiental Portuário realizado pela Escola de Magistrados Federais nos dias 23 e 24 de junho na capital. No congresso a Rio Pardo Vivo representou a Sociedade Civil na mesa de debates com o tema: “Impactos de hidrelétricas e PCHs em rios e bacias hidrográficas da região Centro-Oeste”.

Neste evento a rio Pardo Vivo demonstrou através de vídeo e fala as consequências ambientais, sociais e econômicas quanto no desmatamento da construção de uma PCH no rio Pardo na cidade de Águas de Sta Barbara e a luta pela preservação da bacia do rio Pardo e o sucesso no cancelamento de várias hidrelétricas no rio Pardo, ações estas destacadas com ênfase por os presentes da mesa e plateia.

Participaram da mesa Procuradores da República, Juízes Federais, Advogados, Especialistas da área técnica ambiental:
Dra Elidia Ap. And Correia, Juiza Federal de Ourinhos
Luis Eduardo Marrocos de Arajo, Procurador da República em Santos
Marcel Simões, Procurador Federal Regional do Ibama
Claudio Gonçalves Tiago, Centro de Biologia Marinha da USP
Marcos Lopes Couto, Advogado ex membro do Consema
Tito Livio Seabra, Procurador Federal em Presidente Prudente
Luis Roberto Gomes, Procurador Federal em Presidente Prudente
Luiz Carlos Cavalchuki, Presidente da Ong

participantes[1]foto 1 foto 4(1)
Rio Pardo Vivo

 















  • Rio Pardo Vivo

  • Categorias

  • Arquivo do site