Mais de 140.000 peixes são soltos no Rio Pardo

Como parte das comemorações pela Semana da Água e Dia do Rio Pardo (27 de março), a Duke Energy soltou 145 mil pacus-guaçu jovens nas águas do Rio Pardo, em Santa Cruz do Rio Pardo, nesta sexta-feira (25). Este é o terceiro ano consecutivo em que a Duke Energy realiza a soltura de peixes comemorativa ao Rio Pardo, num evento em conjunto com a Sabesp.Técnicos das duas empresas ministram palestras sobre meio ambiente para estudantes de escolas públicas da cidade, que também acompanham a soltura.

A ação faz parte do programa da Duke Energy para repovoamento da Bacia do Paranapanema, que solta 1,5 milhão de peixes de espécies nativas a cada ano. De acordo com o coordenador do programa, o biólogo Norberto Vianna, o Rio Pardo é um dos maiores tributários do reservatório da usina hidrelétrica Salto Grande, uma das oito sob concessão da empresa no Rio Paranapanema.

“Os tributários são utilizados como rota de migração para reprodução dos peixes dos reservatórios, sendo o Rio Pardo o principal para o reservatório Salto Grande, daí a importância do local para a soltura de peixes”, explica Vianna. “A soltura é feita num ponto do Rio Pardo que fica ao lado da Sabesp, que também concede espaço à Duke Energy para palestras de educação ambiental, realizadas em parceria. A Sabesp também divulga amplamente o evento, que tem grande adesão da comunidade”, complementa.

Vianna avalia a parceria com a Sabesp como “bastante positiva”. Segundo ele, a participação nas comemorações pelo Dia do Rio Pardo é importante para a Duke Energy, já que a empresa trabalha pelo repovoamento da Bacia do Paranapanema promovendo não somente a soltura de peixes, mas também a educação ambiental. “É mais uma oportunidade da Duke Energy participar da vida das comunidades vizinhas os seus empreendimentos no Rio Paranapanema”, pontua Vianna.

Do Santa Cruz News
www.santacruznews.com.br

















  • Rio Pardo Vivo

  • Categorias

  • Arquivo do site